Nosso medo de fracassar

46 Shares

A palavra sucesso tem significados diferentes de pessoa para pessoa, de cultura para cultura. Para a sociedade em que vivemos, sucesso é ter dinheiro e poder. Para mim, sucesso é ter o maior “controle” possível sobre as minhas escolhas e sobre o uso do meu tempo. Neste texto, sucesso terá um sentido mais amplo e simples: atingir o objetivo desejado (seja qual for). Para isso acontecer, é fundamental superar o medo do insucesso. Até porque nascemos somente com duas certezas: morrer e fracassar. A morte é irremediável, mas o medo de fracassar, não, ele pode ser mitigado.

nosso medo de fracassar

ESPECIFICIDADES

A origem do medo do fracasso é tão cultural quanto psíquica. O grande furo dos gurus aproveitadores da Psicologia Positiva é fazer as pessoas acreditarem que isolar “fatores negativos” da vida as fará felizes (para sempre). É um raciocínio tão rudimentar quanto o deturpado padrão social que o gerou. Se a coisa te faz bem, é positiva. Se te faz mal, é negativa. Então, se você se dá mal na prova de matemática, fracassou. Fracasso é ruim/negativo. Portanto, esqueça o episódio… É um equívoco. Mas tenho uma notícia “positiva” (risos) para te dar: fracasso não é o oposto de sucesso. Fracasso é não ter conseguido atingir um certo objetivo por causa disso, disso e disso.

Newsletters e Notificações

Você deve estar de saco cheio daquelas palestras motivacionais tipo “como tirar proveito de seus fracassos para aumentar a sua performance”, ou algo assim. O fracasso é frequente e continuará ocorrendo. Mas o nosso assunto aqui não é o fracasso. É o medo de fracassar. A primeira coisa a saber é que o medo de fracassar é específico – diferente do medo de dirigir, do medo de baratas e do medo de o mundo acabar amanhã.

O medo de fracassar é decorrência da grande motivação da maioria das pessoas: ser/estar melhor do que os outros. Todos nós tentamos nos distinguir de diversas maneiras. Via carreira, dinheiro, status quo, estilo de vida, conhecimento, etc. Nesse contexto, quem mais sofre com o medo de fracassar são as pessoas perfeccionistas e muito autocríticas, mas também as que odeiam receber críticas de modo geral. Penam com esse medo as que avaliam seus insucessos como a comprovação de que são incompetentes e as que se convencem de que jamais conseguirão.

TIPOS E NÍVEIS

O psicólogo austríaco Hans Morschitzky aponta três tipos de medo de fracassar: 1) Medo cognitivo: duvidar do que sabe e do que é capaz de realizar com o que sabe. Estudantes às vésperas de uma prova difícil, por exemplo. 2) Medo físico: temer atividades práticas, que envolvem braços, mãos, pernas e órgãos genitais. Atinge bailarinos, músicos e amantes, por exemplo. 3) Medo social: insegurança no relacionamento com outras pessoas. Acomete quem vive em função de agradar Deus e o mundo.

Esses três tipos de medo de fracassar geram pensamentos, emoções, reações físicas e comportamentos específicos também. Os pensamentos clássicos do medo de fracassar são “Não conseguirei jamais”, “quem irá gostar de um perdedor como eu”, “melhor eu nem começar isso”. Já as emoções associadas geralmente giram em torno de pânico, insegurança, vergonha, nervosismo, insônia, dificuldade de estabelecer fronteiras e limites.

Reações físicas como suar e tremer evidenciam medo de não conseguir, vergonha e desconforto. Entre as reações físicas mais recorrentes estão rubor, palidez, tremor nas mãos, inapetência, taquicardia, boca seca, dor de cabeça, etc. Em relação aos comportamentos (verbais e não verbais) os sinais do medo transparecem no falar demais (ou de menos), rir/chorar inoportunamente, incomodar-se com tudo, evitar o olho no olho, etc.

Newsletters e Notificações
nosso medo de fracassar

CAUSAS

Embora o medo de fracassar seja bem específico, algumas das suas causas são perceptíveis também em outras formas de medo. Algumas das causas do pavor exagerado do insucesso são: autoestima escassa; excesso de autocobrança; extrema necessidade de reconhecimento; infância vivida sob pressão intensa; autocrítica excessiva durante a execução de uma atividade importante; bullying no local de trabalho (mobbing).

Uma causa séria é o medo de ter medo, que faz com que as pessoas tentem evitar o medo do fracasso a todo custo, o que só piora a situação. Quem tem medo do seu próprio medo, aliás, já está irremediavelmente em seu poder. Enquanto os indivíduos seguros de si mesmos se esquecem dos equívocos cometidos, os inseguros ficam pensando em seus erros infinitamente. Isso só favorece o insucesso, que acaba acontecendo de verdade.

Se você se sente refém do medo de fracassar, comece a tomar medidas relativamente simples: 1) Dar toda atenção ao que você foi capaz de realizar até agora. 2) Colocar as suas capacidades (já comprovadas) em primeiro plano, para aumentar a autoconfiança. 3) Concentrar-se no processo de treinamento/preparação também ajuda a exorcizar a paúra (isso ficou comprovado, por exemplo, em estudos com atletas de alta performance).

MÉTODOS

O mito da produtividade domina todas as instâncias do viver. É até natural que a gente fique temeroso de não se adaptar aos padrões de velocidade, flexibilidade e perfeição vigentes. No âmbito dos esportes, sobretudo nas competições longas e complicadas, os atletas usam a visualização criativa para controlar suas inseguranças. Pré-visualizam os objetivos a fim de aumentar a fé (digamos assim) na vitória. Essa técnica tem sido usada em diversos campos.

O perfeccionismo é outro fator que deve ser combatido com todas as armas. Muitas pessoas se matam pela perfeição, mas não tanto pelo ideal de perfeição em si, mas para tentar controlar a pressão que o medo de fracassar lhes impõe. Já os workaholics, que costumam ter uma autoestima baixa, segundo pesquisadores, vivem à beira do esgotamento físico e mental (burnout) – imposto e/ou autoimposto.

Algumas causas do medo de fracassar não têm como ser superadas apenas com raciocínio, ação e intuição. Se achar que as raízes do seu medo são profundas, melhor procurar uma psicoterapia. Mas se você acredita que é capaz de se autoajudar (nada a ver com ler/assistir obras de autoajuda), considere que: 1) Você não é insubstituível; 2) Drogas (lícitas e ilícitas) não vão erradicar seus medos; 3) Fechar-se em si mesmo piora a situação; 4) “Ouça” o que teu corpo está te dizendo; 5) Saiba o que é realmente importante para você; 6) Aceite que insucessos são causados em parte por erros nossos, mas errar é normal (e muitas vezes inevitável).

/// Saiba mais sobre Sergio Vilas-Boas. ///

/// Precisa de um escritor que resolva seus problemas? Leia isto. ///

Newsletters e Notificações

46 Shares

Sergio Vilas-Boas

Jornalista, escritor e tradutor. Apaixonado por artes e psicologia. Autor de vários livros, entre eles "Perfis: o Mundo dos Outros" e "Biografismo". Mora em Florença, Itália. //// Journalist, writer, and translator. Loves arts and psychology. Author of "Perfis: o Mundo dos Outros", "Biografismo", and other books. Lives in Florence, Italy: https://sergiovilasboas.com.br ///// [email protected]

  1. Paulo Carnicelli

    Ótima reflexão, Sérgio. O fracasso faz parte da natureza do ser humano. Todos fracassamos em algum momento. Acho que esse medo de fracassar, que às vezes nos congela mesmo antes da tentativa, vem do julgamento da sociedade ao qual somos submetidos constantemente, ainda mais nos dias de hoje, com o “tribunal das redes sociais”. Como você mesmo diz no texto, precisamos focar e acreditar nas nossas capacidades, e se o fracasso ocorrer, tirar uma lição, não necessariamente sem tristeza e pesar por termos fracassado, que são normais, mas com a esperança de que numa próxima esse aprendizado nos ajudará a atingir um resultado diferente.

    • Sergio Vilas-Boas

      Caro Paulo, sábias palavras. Acrescento somente o seguinte: o medo de fracassar é muito pior que o fracasso em si. O fracasso em si faz parte da vida (é necessário e ocorrerá com todos nós), mas o medo de tentar bloqueia até o aprendizado que poderíamos extrair de uma eventual “derrota”. Abraço!

Write a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

conteúdo protegido
46 Shares 584 views
Share via
Copy link
Powered by Social Snap